9.7.14

Sobre poesias e desregras gostosas

Voltei... \o/

Oi gente... Sem mimimi e blábláblá de explicações de cansaço, falta de tempo e vontade de sair correndo, por eu ter sumido de novo, vamos logo ao que interessa: O Post de hoje – que tô tentando escrever há mais de uma semana (rs).

Eu gosto de escrever poesias, não que sejam láááá aquelas coisas, mas gosto muito. Antigamente eu escrevia umas coisas “nada a ver”, eu tenho peito pra reconhecer, mas depois que me dei conta disso ficaram até bonitinhos.
[Aliás, esse julgamento de que era feio é pelo fato de que quando eu comecei a escrever eu era uma menina, hoje sou mais madura, meus escritos são diferentes].
Hoje, como eu curso Letras P/I, eu tenho a certeza de que eu me equivocava, não pelas palavras, rimas ou ordem dos sentidos, mas pelas coordenadas e regras. Eu, com muita timidez, revelo: Nunca tinha lido sobre Gêneros Poéticos.

Porém... Estudando mais um pouquinho, vejo que me encaixo em "formas livres", ou "contemporânea".

Eu conhecia bem o Soneto (dois quartetos e dois tercetos) e o Ode (palavras cultas e esquemas de estrofes) por gostar muito de "John Keats", mas para mim não convinha, não sei explicar. Hoje, empós conhecer outros gêneros como Elegia, Madrigal, Écloga, Epopéia, Rondó... de saber que cada gênero corresponde a época em que o autor se encontra /vive/, vejo que eu preciso me encontrar no mundo (rs). Mas por enquanto posso brincar enquanto aprendo. Afinal, eu sou uma aprendiz! =D

Escrevi lá Em Meu Divã para meu Namorido há um tempinho, um [quase] Soneto, pois não tem métrica - é, métrica também é fundamental -, mas tem regras de estrofes.

[...]

Perae, perae, perae... Quer saber? Dane-se as regras! "Vô escrevê do jeito que eu querê"! 

Ser desregrada também tem sua graça e é muito mais gostoso! Então, chega de blá blá blá e vamos lá:

Bejo bejo bejo 

5 comentários:

✿ chica disse...

Gostei de te ver e ler. Gosto da possibilidade de brincar nas escritas.Formalidades, não me atraem. Por isso. não tenho nenhuma pretensão ao escrever, apenas me divertir e brincar por aqui!rs beijos,cvhica

Fernanda disse...

Adorei saber que você está estudando Letras...
um beijão,

Fernanda Valente

Priscila Rodrigues disse...

Chica : Eu que gostei muito da sua visita. Seu modo de escrever e ver a vida é lindo, continue assim. Muito obrigada.
Beijos.

Fernanda: Que surpresa boa. Já estou no segundo ano e amoooo!
Muito obrigada pela visita!
Beijos

Tetê disse...

Oi Pri! Isso de "versinho rimado" é para antigamente! A ordem hoje é soltar o verbo e não engasgar com a rima! rs...rs...rs... Eu quando leio um poema não fico vendo se tem métrica, rima, e sei lá o que mais... eu percebo é se foi escrito com a alma, se tem sentimentos... Sou eterna aprendiz da vida e para mim tá valendo o que vem do coração! Bjks Tetê

Priscila Rodrigues disse...

Tetê : É assim mesmo que tem que ser. Tempos modernos, versos soltos e livres como nós.. rsrs.
Obrigada pela visita. Beijos